Pedro Tavares defende meia-entrada para portadores de lúpus

O deputado Pedro Tavares (PMDB) apresentou projeto de lei na Assembleia Legislativa, para instituir o pagamento de meia-entrada para portadores de lúpus eritematoso sistêmico nos estabelecimentos que promovem eventos culturais, artísticos, esportivos e de lazer na Bahia. Se aprovado, o projeto prevê que o portador de lúpus deverá comprovar sua condição. Já as produtoras deverão disponibilizar o número total de ingressos disponíveis aos usuários da meia-entrada em todos os pontos de vendas, de forma visível e clara. Segundo o deputado, a vida do paciente diagnosticado com lúpus é irremediavelmente afetada, modificando sua forma de se relacionar com o mundo e consigo mesmo. As marcas do corpo e as dores articulares também representam limitações importantes. Essas dificuldades se intensificam com as limitações impostas pela doença, tal como a impossibilidade de exposição solar, mobilidade. “O projeto de lei tem por finalidade dar a estes pacientes uma melhor qualidade de vida, proporcionando-lhes a socialização, mediante sua frequência em ambientes culturais, esportivos”, justificou o parlamentar.

COMPARTILHAR