Marun se explica após áudio vazado chamando Ciro Gomes de “débil mental”

O Ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, chamou Ciro Gomes de “débil mental” em mensagem de WhatsApp a aliados.

Após o vazamento da mensagem, o ministro divulgou nota na noite do último domingo (22) afirmando que não teria usado a expressão se soubesse que isso viria a público.

Para ele, a mensagem a parlamentares do MDB e ao pré-candidato do partido, Henrique Meirelles, tratava de posições pessoais que ele deseja discutir com o partido.

“Admito que se soubesse que as mesmas se tornariam públicas não teria utilizado o termo “‘débil mental” em relação ao Sr. Ciro Gomes, por reconhecer que, independentemente de minhas posições pessoais, um candidato a presidente da República deve ser publicamente tratado com maior respeito”, afirmou Marun.

COMPARTILHAR