Incêndio deixa 19 mortos em Pequim

As autoridades chinesas averiguavam neste domingo as causas de um incêndio que matou 19 pessoas e deixou oito feridos na noite de sábado em uma pensão do sul de Pequim.

O fogo se declarou em um prédio do distrito de Daxing, os os quartos baratos atraem cidadãos procedentes das províncias chinesas. O bairro abriga várias oficinas têxteis.

Segundo a agência de notícias oficial Xinhua, a polícia prendeu vários suspeitos depois do incêndios, apesar de as autoridades afirmarem que as causas do sinistro ainda estão sendo investigadas.

As 14 equipes de bombeiros levaram seis horas para apagar o fogo.

Esta tragédia acontece depois que Pequim lançou uma campanha para embelezar o centro da cidade.

Os críticos desta iniciativa, que implica o fechamento de lojas e comércios que enfeiam a capital, afirmam que um de seus objetivos é expulsar os trabalhadores migrantes para bairros da periferia como o distrito de Daxing.

Os incêndios fatais são frequentes na China devido à falta de cumprimento das normas de segurança. Em setembro, 11 pessoas morreram em incêndios em duas casas da cidade de Taizhou, leste do país.

COMPARTILHAR