O petista Fernando Haddad voltou a chorar ao falar da campanha, desta vez nesta terça-feira (30), em reunião com dirigentes do PT em São Paulo nesta manhã.

O candidato derrotado nas eleições presidenciais chorou ao relembrar a disputa e falar da família. Ele também comentou os ataques que sofreu via WhatsApp durante a campanha.

O ex-prefeito pediu desculpas caso tenha cometido erros na condução da campanha e, segundo a Folha de S.Paulo, foi ungido como liderança da oposição por dirigentes petistas que participaram da reunião.

Haddad também foi muito aplaudido ao dizer que gostaria de vencer a corrida presidencial pelo legado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

COMPARTILHAR