O governo planeja recorrer da decisão judicial que suspendeu o leilão das distribuidoras da Eletrobras, marcado para 26 de julho, e por enquanto não trabalha com uma mudança de data para o certame, disse nesta sexta-feira o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun.

COMPARTILHAR