Adolescentes usam distopias para retratar o “bizarro” mundo dos adultos

De pesadelo favorito da ficção científica, a distopia virou uma sensação constante e contemporânea, que surge em meio à aceleração das tecnologias ou ao estranhamento da realidade. Parece que até os novos infernos já são localizáveis pelo Waze e Google Maps.

COMPARTILHAR