Criança de um ano e três meses morre com H1N1 em Feira de Santana

Uma criança de um ano e três meses morreu em decorrência da gripe H1N1, em de Feira de Santana, cidade a cerca de 100 quilômetros de Salvador. O caso aconteceu na terça-feira (10) e outros dois casos da doença já foram confirmados pela Secretaria Municipal de Saúde.

O bebê, que não teve a identidade divulgada, era da cidade de Saúde, onde contraiu a doença. Ele estava internado no Hospital Estadual da Criança (HEC). Apesar do município já ter confirmado a morte pela doença, a Secretaria de Estado da Saúde da Bahia (Sesab) informou que ainda investiga as causas.

Outros dois diagnósticos também foram confirmados em duas crianças: uma de dois anos e outra de oito anos, que é do município de Governador Mangabeira, mas também está hospitalizada em Feira de Santana. A Secretaria Municipal de Saúde investiga se a criança de dois anos contraiu a doença em Feira ou em alguma cidade vizinha.

Quatro pessoas também estão internadas com suspeita da doença e aguardam resultado de exames. Os pacientes estão internados no HEC e em outra unidade particular.

Entre esses pacientes está uma enfermeira do Hospital Estadual da Criança. De acordo com o Núcleo Regional de Saúde, ela pode ter contraído o vírus no local de trabalho, já que cuidava dos pacientes infectados.

Segundo o Núcleo Regional de Saúde, os casos suspeitos da gripe foram notificados entre 1º de fevereiro e o dia 10 deste mês. A secretaria de saúde de Feira de Santana informou que já foi feito o pedido das doses de vacina da H1N1, e a população não precisa se preocupar. Conforme o órgão, uma campanha de imunização já estava prevista para este mês de abril.

COMPARTILHAR