Cotado para secretaria, Caetano perde recurso no STJ

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou, por unanimidade, um recurso do ex-deputado federal Luiz Caetano (PT-BA) contra a sua condenação por improbidade administrativa na prefeitura de Camaçari. O petista já tinha sido derrotado no início do mês no Supremo Tribunal Federal (STF). Com a decisão, está mantida a condenação dele em segunda instância por improbidade administrativa e ele não poderá voltar à Câmara dos Deputados. Caetano está na lista para comandar uma das quatro secretarias que restam na cota da sigla na gestão do governador Rui Costa. Entre as pastas pendentes estão: a de Desenvolvimento Rural (SDR), Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), de Relações Institucionais (Serin) e a Secretaria de Ciência Tecnologia e Inovação (Secti). Entretanto, por causa da condenação, resta dúvida se o petista poderá assumir novos cargos públicos.

COMPARTILHAR