Comissão de Agricultura vai realizar debate sobre a seca

A audiência pública aprovada ontem pela Comissão da Agricultura e Política Rural da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Eduardo Salles (PP), vai tratar da situação de calamidade pública decorrente da seca que atinge mais de 200 municípios baianos. O debate, que deverá ocorrer na próxima semana,  contará com a presença dos secretários da Agricultura, Vítor Bomfim; de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues e do superintendente de Proteção e Defesa Civil, Paulo Sérgio Menezes Luz.      Serão discutidas as ações emergenciais do Governo do Estado, as providências para amenizar a crise dos produtores rurais e a questão do milho subsidiado para alimentação dos animais, entre outros assuntos importantes como a disponibilização de carros-pipa para as populações atingidas pela seca.
A audiência  conjunta contará também com a participação da Comissão de Meio Ambiente, Seca e Recursos Hídricos, presidida pelo deputado Fábio Souto (DEM), que é também vice no colegiado de Agricultura; e pela Comissão de Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico e Turismo, presidida pelo deputado Hildécio Meireles (PMDB).
OTIMISMO
Depois de um período de grande preocupação, alguns  parlamentares demonstraram otimismo com a chuva que voltou a cair, mesmo em pequeno volume, em algumas regiões do estado. A expectativa maior é que a partir do próximo mês de abril, e até julho, a chuva volte em maior volume. Mesmo assim o produtor rural já começou a plantar, principalmente o milho.  O deputado Antonio Henrique Júnior (PP) por sua vez mostrou otimismo depois de visitar o Vale do São Francisco e constatar o sucesso do plantio de soja e milho irrigados. Já o deputado Zó (PC do B) estava feliz com a expectativa de aumento do nível das águas do Lago do Sobradinho, que ainda é crítico. O parlamentar comunista também fez questão de elogiar o senador Otto Alencar “pela sua luta em prol de recursos para salvar o rio São Francisco”, disse.
CARNE
Com as investigações da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal e a ameaça de prejuízos ao mercado brasileiro, a audiência da Comissão com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, em Brasília, foi adiada mais uma vez. O encontro teria o objetivo de tratar sobre a situação de emergência dos municípios baianos atingidos pela seca, definir ações  para minimizar seus efeitos e os prejuízos a agropecuária. Outra data deverá ser agendada. Participaram também da reunião  de ontem os deputados Carlos Ubaldino (PSD), Gika Lopes (PT), Heber Santana (PSC) Neusa Cadore (PT) e Pedro Tavares (PMDB).

COMPARTILHAR