Centenas de baterias que foram roubadas em Teixeira de Freitas, extremo sul do estado, no dia 27 de abril, foram apreendidas por policiais da Delegacia de Repressão e Combate a Furtos e Roubos em Rodovias (Decarga), em Feira de Santana, a cerca de 118 km de Salvador, na segunda-feira (14). A informação foi divulgada nesta terça-feira (15) pela Polícia Civil.

De acordo com o titular da Decarga, delegado Gustavo Coutinho, 787 baterias de carro e 11 baterias estacionárias avaliadas em R$ 311 mil, estavam escondidas na casa de L.A.C.L., o “Leléu”, suspeito de ser um dos receptadores, localizada no bairro de Campo Limpo. “Ele confessou que adquiriu 30 destas baterias, normalmente utilizadas em paredões, mas já havia vendido 19”, disse Coutinho. Mais 47 nobreaks foram apreendidos com o suspeito.

Segundo a polícia, durante o depoimento, o receptador confessou que há muito tempo comercializa produtos provenientes de cargas roubadas, principalmente televisores, impressoras, notebooks, ventiladores e celulares. Ele foi autuado em flagrante por receptação, mas conseguiu pagar a fiança estipulada e irá responder ao inquérito em liberdade.

As investigações continuam na unidade especializada para identificar as demais pessoas envolvidas no esquema. “A partir do receptador, vamos chegar aos responsáveis pelo roubo da carga, ocorrido no extremo sul do estado”, detalhou Coutinho, sobre o próximo passo a ser dado pelos investigadores da Decarga.

COMPARTILHAR