Bahia encara Atlético Paranaense por classificação inédita na Sul-Americana

A derrota por a 1 0 diante dos quase 25 mil torcedores que estiveram presentes na Fonte Nova não abalou a confiança dos jogadores do Bahia. Nesta quarta-feira (31), a equipe comandada por Enderson Moreira busca reverter a vantagem construída pelo Atlético Paranaense para avançar às semifinais da Copa Sul-Americana pela primeira vez. Mas, para garantir a vaga, o Tricolor precisa acabar com uma escrita negativa.

O Esquadrão ganhou apenas uma partida em Curitiba. O triunfo solitário dentro na Arena da Baixada aconteceu há sete anos, na sexta rodada Campeonato Brasileiro de 2011, quando venceu por 2 a 0, com gols do volante Marcone e do meio-campista Lulinha. No total, as equipes se enfrentaram mais 14 vezes no estádio, com 11 vitórias dos donos da casa e três empates.

Apesar do retrospecto negativo, Enderson Moreira se mostrou motivado na entrevista coletiva concedida após a primeira partida em Salvador. “Eu quero falar que nós estamos muito empenhados. A dor que estamos sentindo hoje, vamos colocar isso em campo contra eles. Pode ter certeza. Vai ter que ter mais alguns VAR’s para nos tirar desse jogo”, comentou o treinador, que estava irritado com os dois gols anulados.

Para o duelo, o comandante conta com o retorno do meia Zé Rafael, que cumpriu suspensão automática na derrota para o Corinthians no último sábado, pelo Brasileirão. Outro que deve reassumir a titularidade no torneio é o lateral-esquerdo Léo, que foi punido com dois jogos ao dar um tapa no rosto do meio-campista Luiz Fernando, do Botafogo, pelas oitavas de final. Já o atacante Gilberto segue de fora.

Poupados no duelo contra o Botafogo, Lucho González, Raphael Veiga e Pablo retornam a equipe titular do CAP. A única dúvida de Tiago Nunes é no meio-campo. O comandante terá que optar por Bruno Guimarães (titular contra o Botafogo) e Wellington (que começou o jogo de ida contra o Bahia).

Bahia e Atlético Paranaense entram em campo a partir das 21h45, na Arena da Baixada, em Curitiba. Para avançar, o Tricolor precisa vencer por um resultado maior que 2 a 1. Em caso de triunfo simples, a vaga será decidida na disputa por pênaltis. O empate é dos donos da casa.

FICHA TÉCNICA

Bahia x Atlético-PR
Copa Sul-Americana – Quartas de final (2º jogo)
Local: Arena da Baixada, Curitiba – 31/10/2018
Horário: 21h45
Árbitro: Diego Haro (PER); auxiliado pelos também peruanos peruanos Jonny Bossio e Coty Carrera.
Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Jackson, Lucas Fonseca e Léo; Nilton e Gregore; Ramires e Zé Rafael; Clayton e Edigar Junio. Técnico: Enderson Moreira.
Atlético-PR: Santos; Jonathan, Paulo André, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington (Bruno Guimarães), Lucho González e Raphael Veiga; Nikão, Marcelo e Pablo. Técnico: Tiago Nunes.

COMPARTILHAR