Adolescente é preso após abusar de galinha e animal acaba morrendo

Um adolescente de 14 anos foi preso esta semana, no Paquistão suspeito de estuprar uma das galinhas criadas pelo vizinho. O animal morreu logo após o ato.

Segundo autoridades locais, o jovem que confessou o crime, teria roubado a ave de uma loja na cidade de Jalalpur Bhattian. Em depoimento, o garoto teria dito que cometeu o ato porque se sentia “sexualmente frustrado”.

Duas pessoas se apresentaram como testemunhas, contando que viram o momento que o adolescente tentava manter relação sexual com a galinha. A acusação foi comprovada também por exames médicos feitos no corpo da ave, que apresentava diversas lesões.

No Brasil, zoofilia é considerado crime hediondo, com  pena de detenção, de um a três anos, e multa a quem comete ato de zoofilia ou bestialidade (prática de atos libidinosos contra animais).

COMPARTILHAR